Influência, interação e desempenho do “key-player” no jogo de futebol

Autores

Rafael Dias de Oliveira

Orientador

Gonçalo Dias

Co-rientador

Vasco Vaz

Faculdade / Instituição

Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física, Universidade de Coimbra

Tipo

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em Treino Desportivo para Crianças e Jovens

Ano

2016

Páginas

75

Cidade

Coimbra

Resumo (pt)

Objetivo: O presente estudo teve como objetivo principal analisar a influência, interação e desempenho do “key-player” (jogador-chave) na fase ofensiva do jogo de futebol. Metodologia: Foram analisados três jogos da equipa de U21 do Chelsea Football Club, integrados no campeonato Inglês (Barclays U21 Premier League e Premier League International Cup), nomeadamente: 1) Norwich City Football Club U21 versus Chelsea Football Club U21; 2) Chelsea Football Club U21 versus Liverpool Football Club U21; e 3) Chelsea Football Club U21 versus Reading Football Club U21. Procedimentos: Para mensurar a influência do key-player no decorrer dos três jogos, usámos o programa Videobserver: Sport VídeoAnalysis. Deste modo, foram analisadas todas as situações de finalização realizadas pelos jogadores e o comportamento intra- equipa, aferindo-se assim os atletas mais influentes na construção das ações de jogo. Resultados: Os resultados indicam que o key-player realizou o maior número de interações no cômputo geral dos três jogos, mormente através da realização de passes e cruzamentos. Neste seguimento, verifica-se uma tendência de o key-player atuar preferencialmente no meio campo, assumindo, igualmente, uma ação importante em várias zonas do campo. Este tipo de jogador tende a ser preponderante na transição do processo defensivo para o processo ofensivo da equipa. Conclusões: Os resultados deste estudo permitem concluir que o desempenho do key- player em equipas jovens pode estar relacionado com o número de interações e conexões estabelecidas com os seus pares. Deste modo, além do jogar, um key-player faz a equipa jogar e rege o seu desempenho ao longo do jogo. Os resultados indicam também que um key-player pode estimular o desempenho individual e coletivo da sua equipa e potenciar novos constrangimentos para a equipa adversária. Deste modo, conclui-se que é de extrema importância a identificação deste jogador por parte do treinador, potenciando assim o reconhecimento das suas qualidades em benefício da sua equipa e anulando as virtudes da equipa adversária.

Palavras-chave: Futebol; Interação; Análise de Jogo; Jogador-chave; Key-player

Abstract

Objective: The aim of this study was to analyze the influence, interaction and performance of the key player in the offensive phase of a football match. Methodology: Integrated in the English football league (Barclays U21 Premier League and Premier League International Cup), three matches from the U21 team of Chelsea Football Club were analyzed, namely: 1) Norwich City Football Club U21 versus Chelsea Football Club U21; 2) Chelsea Football Club U21 versus Liverpool Football Club U21; e 3) Chelsea Football Club U21 versus Reading Football Club U21. Procedures: To measure the influence of the key player throughout the three matches, the program Videobserver: Sport VídeoAnalysis was used. This allowed the analysis of all the finalization situations performed by the players and the intra-team behavior, assessing, thus, the most influential athletes in the construction of the game actions. Results: The results indicate that the key-player accomplished the higher number of interactions in the general reckoning of the three matches, especially concerning passes and crosses. Hence, one can verify a tendency of the key-player to preferentially act in midfield, assuming, likewise, an important action in various field areas. This type of player tends to be overriding in the transition of the defense process to the offense process of the team. Conclusions: The results of this study allow the conclusion that the performance of the key-player in young teams can be related to the number of interactions and connections established with his peers. This way, besides playing, a key-player makes the team play and conducts their performance throughout the game. The results further indicate that a key-player can encourage the individual and collective performance of the team and incite new constraints for the opponent’s team. We can, therefore, conclude that it is extremely important for the coach to identify this player, stimulating, thence, the acknowledgement of his qualities as advantages for the team and annulling the merit of the opponent’s team.

Keywords: Football; Interaction; Game Analysis; Key-player.

Sumário

INTRODUÇÃO, 1

CAPÍTULO II, 4
METODOLOGIA, 4
2.1. Amostra, 4
2.2. Variáveis de investigação, 4
2.2.1. Jogador-chave, 4
2.2.2. Campograma, 4
2.2.3. Fase ofensiva, 7
2.2.4. Procedimentos, 8

CAPÍTULO III, 9
RESULTADOS, 9
3.1. Jogo 1, 9  
3.2. Jogo 2, 17
3.3. Jogo 3, 26

CAPÍTULO IV, 47
DISCUSSÃO, 47

CAPÍTULO V, 51
CONCLUSÕES, 51
5.1. APLICAÇÕES PRÁTICAS, 51
5.2.LIMITAÇÕES DO ESTUDO, 52

REFERÊNCIAS, 53
ANEXOS, 54

Referência

OLIVEIRA, Rafael Dias de. Influência, interação e desempenho do “key-player” no jogo de futebol. 2016. 75 f. Dissertação (Mestrado em Treino Desportivo para Crianças e Jovens) - Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física, Universidade de Coimbra, Coimbra, 2016.