Intertextualidade na imprensa escrita

Autores

Losana Hada de Oliveira Prado

Subtítulo

uma leitura de crônicas esportivas do jornal Folha de S. Paulo

Orientador

Ana Rosa Ferreira Dias

Faculdade / Instituição

Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Tipo

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em Língua Portuguesa

Ano

2009

Páginas

119

Cidade

São Paulo

Resumo (pt)

A presente dissertação tem por objetivo estudar as crônicas esportivas do caderno de esporte do jornal Folha de S. Paulo, examinando as marcas de intertextualidade que ocorrem no texto dos cronistas José Geraldo Couto, Tostão (Eduardo Gonçalves de Andrade), José Roberto Torero Fernandes Júnior, Juca Kfouri (José Carlos Amaral Kfouri) e Xico Sá. A pesquisa visa a contribuir com os estudos do texto, verificando de que forma processos intertextuais determinam a produção de sentidos. Para o embasamento teórico desse estudo, fundamentamos a dissertação na Lingüística Textual, na Teoria Literária e na Análise do Discurso. Assim, considerando a materialidade lingüística do texto, demonstramos que a identificação do intertexto é importante para o estabelecimento da interação e para a produção de sentidos na leitura das crônicas. A análise procura contemplar procedimentos teórico-analíticos. Nesse sentido, princípios cognitivos, ligados à produção de sentidos, à intertextualidade e à alteridade ocupam um lugar de destaque. Os resultados obtidos demonstraram que as crônicas futebolísticas solicitam do leitor a ativação de conhecimentos prévios para identificar a intertextualidade e produzir sentidos na leitura das mesmas. Todo o procedimento desta pesquisa propicia a comprovação de que, com o desenvolvimento dos estudos sobre a intertextualidade, não se pode mais pensar em textos puros ou em autoria sem influências.

Palavras-chave: Intertextualidade, Imprensa, Crônica Esportiva, Folha de S. Paulo, Análise do Discurso, Lingüística Textual.

Abstract

The objective of this research is to study the chronicles written by José Geraldo Couto, Eduardo Gonçalves de Andrade (Tostão), José Roberto Torero, José Carlos Amaral Kfouri (Juca kfouri) and Xico Sá in the sporting section of the newspaper Folha de S. Paulo, examining the traces of the intertextuality. The research aims at contributing to the studies of texts, verifying how intertextual processes can determine the production of meaning. In order to achieve that, we have grounded the dissertation in the light of bakhtinian studies, Text Linguistic and Discourse Analysis. Considering that a text is composed by others texts and at the same time is part in the other texts, the identification of the intertexture is important to produce the meaning in the chronicle reading. The analysis was carried out so as to contemplate theoretical analytical procedures. In this sense, the cognitive principles attached to others stand out. The results obtained have evidenced that the reader must activate his previous knowledge and identify the intertextuallity to build the main idea in the opinion sections reading. All the procedure of this research proves that the development of the studies about intertextuallity can no longer be conceived of pure texts or of unbiased authorship.

Key-words: intertextuality, press, sporting chronicle, newspaper Folha de S. Paulo, discourse analysis, text linguistic.

Sumário

Introdução, 11
Capítulo I – Considerações metodológicas
1.1 Apresentação e constituição do corpus, 16
1.2 O jornal Folha de S. Paulo, 16
1.3 Caderno de esporte, 20
1.4 Cronistas, 21
1.4.1 José Geraldo Couto, 22
1.4.2 Tostão (Eduardo Gonçalves de Andrade), 22
1.4.3 José Roberto Torero Fernandes Júnior, 23
1.4.4 Juca Kfouri (José Carlos Amaral Kfouri), 24
1.4.5 Xico Sá, 25

Capítulo II – A crônica
2.1 Origem da palavra e breve percurso histórico, 27
2.2 A crônica esportiva, 32

Capítulo III – Fundamentação teórica
3.1 Conhecimento prévio, 37
3.2 Intertextualidade, 40
3.2.1 Sentido amplo (lato sensu) e sentido restrito (stricto sensu), 46
3.2.2 Intertextualidade explícita, 47
3.2.3 Intertextualidade implícita, 49 
3.2.4 Intertextualidade temática, 52
3.2.5 Intertextualidade estilística, 53

Capítulo IV – Análise do corpus
4.1 Análise das crônicas, 55
4.1.1 Texto I – Os aflitos, 57
4.1.2 Texto II – Meu vizinho é pior que Hitler, 67
4.1.3 Texto III – Meu vizinho Torero, 75
4.1.4 Texto IV – Apenas um jogo, mas como dói, 84
4.1.5 Texto V – A emoção e a beleza do esporte, 92

Considerações finais, 100

Referência

PRADO, Losana Hada de Oliveira. Intertextualidade na imprensa escrita: uma leitura de crônicas esportivas do jornal Folha de S. Paulo. 2009. 119 f. Dissertação (Mestrado em Língua Portuguesa) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009.