Literatura, esportes e regionalismo no Brasil: O Grande Desportista, de Pascoal Toti Filho

Autores

Cleber Dias

Periódico / Revista

Aletria: Revista de Estudos de Literatura

Cidade

Belo Horizonte

Volume

v. 26

Número

n. 3

Páginas

p. 69-86

Ano

2016

ISSN

2317-2096

Resumo (pt)

Trabalhos que analisam livros ficcionais sobre esporte destacam o potencial dessas obras de codificar e divulgar percepções que exprimam uma escala de valores a respeito desta prática. No Brasil, tais análises têm enfatizado o uso da literatura como recurso para articulação de uma identidade nacional, exagerando o papel desempenhado por obras e escritores de regiões metropolitanas, ao mesmo tempo em que ocultam, em contrapartida, a diversidade regional que afetou esse campo de atividades. Além das obras de nomes literários consagrados ou publicadas nos centros metropolitanos brasileiros, uma literatura ficcional e jornalística sobre esporte teve lugar também em regiões do hinterland brasileiro. Com o propósito de revelar parte desta diversidade, este artigo apresenta e analisa o romance O grande desportista, de Pascoal Toti Filho, publicado em 1922, em Uberaba, Minas Gerais. O artigo enfatiza dois assuntos facilmente destacáveis como elementos para análise histórica na obra: as relações de gênero e geopolíticas entre a capital de São Paulo e o interior de Minas Gerais.

Palavras-chave: esporte; literatura; história regional do Brasil

Abstract

Studies that analyze fictional books on sports have highlighted how these publications carry the potential to encode and disseminate perceptions that express values about this practice. In Brazil, such analyzes have emphasized the use of literature as a tool for articulating national identity, by overestimating the roles of books and writers from metropolitan areas, while concealing, nonetheless, the regional diversity that affected this field of activities. Besides works by famous literary names or those published in Brazilian metropolitan centers, a fictional and journalistic sports literature bloomed in regions of the Brazilian hinterland, as well. With the purpose of revealing such diversity, this article presents and analyzes Pascoal Toti Filho’s book O grande desportista (The Great Sportsman), published in 1922, in Uberaba, Minas Gerais. This article emphasizes gender and geopolitical relations between the capital of São Paulo and the countryside of Minas Gerais – two easily detachable themes, taken here as elements of historical analysis in the given novel.

Keywords: sports; literature; Brazilian regional history.

Referência

DIAS, Cleber. Literatura, esportes e regionalismo no Brasil: O Grande Desportista, de Pascoal Toti Filho. Aletria: Revista de Estudos de Literatura. Belo Horizonte, v. 26, n. 3, p. 69-86, 2016.