Manifestações torcedoras e território: configurações das imediações da Arena do Grêmio

Autores

Daiane Grillo Martins, Alan Goularte Knuth

Periódico / Revista

Movimento

Cidade

Porto Alegre

Volume

v. 26

Páginas

p. 1-15

Ano

2020

ISSN

1982-8985

Resumo (pt)

Os tempos e espaços referentes às manifestações torcedoras não se restringem ao interior dos estádios de futebol. Assim, buscamos compreender como se configuram as relações de apropriação do espaço das imediações da Arena do Grêmio no período que antecede os jogos no estádio. Realizamos uma pesquisa etnográfica em sete jogos do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense em 2018, com observações, anotações, caminhadas, conversas, fotos, vídeos e diários de campo. Observamos que o público diverso formado por torcedores, comerciantes, policiais, vendedores ambulantes, catadores, entre outros sujeitos, constitui microterritórios em rede, formando a totalidade territorial. O território é mutável nas combinações de clima, tipo e fase da competição, adversário, mas também é estável, nos fatores sociabilidade e relações comerciais. Concluímos que as imediações da Arena do Grêmio é território de ambiguidades, configurado na multiplicidade de inter-relações, significados e pertencimentos.

Abstract

Times and spaces of football fans’ demonstrations are not restricted to stadiums. Therefore, we seek to understand how relations are established when the space surrounding Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense’s Stadium is appropriated before matches. We conducted an ethnographic study on seven matches in 2018, with observations, notes, walks, conversations, photos, videos, and field diaries. We observed that the diverse public of fans, small business owners, police officers, street vendors, waste pickers, among other subjects establish a network of micro-territories that form the territorial totality. The territory shifts as a result of combinations of weather, competition type and stage, and opponent. But it is also stable regarding sociability and commercial relations. We concluded that the stadium’s surroundings are a territory of ambiguities, arranged in its multiple interrelations, meanings, and belongings.

Resumo (outro idioma)

Los tiempos y los espacios referentes a las manifestaciones de los hinchas no se limitan al interior de los estadios de fútbol. Así, trataremos de comprender cómo se configuran las relaciones de apropiación del espacio en las inmediaciones del estadio del Gremio en el periodo que antecede a los partidos. Realizamos una investigación etnográfica en siete partidos del Gremio Foot-Ball Porto Alegrense en 2018, con observaciones, notas, caminatas, charlas, fotos, videos y diarios de campo. Observamos que el público diverso, formado por hinchas, comerciantes, policías, vendedores ambulantes, recolectores de envases, entre otros, constituye microterritorios en red, formando una totalidad territorial. El territorio es mutable según combinaciones de clima, tipo y fase del torneo y del adversario, pero también es estable en lo relativo a factores de sociabilidad y relaciones comerciales. Concluimos que el entorno del estadio es un territorio de ambigüedades, configurando una multiplicidad de interrelaciones, significados y pertenencias.

Referência

MARTINS, Daiane Grillo; KNUTH, Alan Goularte. Manifestações torcedoras e território: configurações das imediações da Arena do Grêmio. Movimento. Porto Alegre, v. 26, p. 1-15, 2020.