Masculinidade e a hegemonia do falo em campo: um diálogo sobre a cultura do estupro #PorOutroFutebol

Autores

Bernardo Gonzales, Fidel Machado

Formato do vídeo / especificação

HD

País

Brasil

Duração

109 min.

Ano

2020

Produtora

Ludopédio

Elenco

Aline Tavares

Soraia Costa

Bernardo Gonzales

Fidel Machado

Sinopse

Cultura de estupro é uma expressão usada desde a década de 1970, mas só passou a ocupar maior espaço nos meios de comunicação de massa no Brasil na última década. Ainda que insuficiente, a massificação do termo cumpre um papel pedagógico em desnaturalizar as desiguais e opressoras relações de gênero, identificando os costumes que reproduzem comportamentos e práticas estruturantes da violência contra a mulher.

O futebol também compõe este ambiente. Por ser um elemento tão presente na cotidiano brasileiro, é responsável por perpetuar as dinâmicas de abuso e tolerar as mais variadas formas de violência, tendo em vista os casos recentes dos jogadores Bruno, Jean e Robinho. Para debater esse assunto, os anfitriões Bernardo Gonzales e Fidel Machado recebem as pesquisadoras e militantes Soraia Costa e Aline Tavares.

Referência

MASCULINIDADE E A HEGEMONIA DO FALO EM CAMPO: UM DIáLOGO SOBRE A CULTURA DO ESTUPRO #POROUTROFUTEBOL. Direção: Bernardo Gonzales, Fidel Machado. Brasil. Ludopédio, 2020. HD.