Milani

Autores

Gustavo Longhi de Carvalho

Subtítulo

o artilheiro aviador

Editora

Edição do Autor

Cidade

Jundiaí

Tema

Jogadores de Futebol

Área de concentração

Biografia

Páginas

187

Ano

2009

Sumário

Apresentação

Parte 1 – Infância e Futebol Amador, 15

Capítulo 1 – A Infância em Jundiaí, 16
1.1 – A Família e os Negócios do Pai de Milani, 17
1.2 – Infância e Juventude, 21

Capítulo 2 – Minas Gerais e Comercial, 24

Parte 2 – Os Anos no Futebol Profissional, 29

Capítulo 3 – O Início no São Paulo, 30

Capítulo 4 – Longe de Casa, no Fluminense, 44

Capítulo 5 – Corinthians – O Auge, 60
5.1 – O Futebol de Milani, 71
5.2 – A Vida Fora dos Campos Durante a Carreira, 74
5.3 – Milani Aviador, 77

Capítulo 6 – Milani na Seleção Paulista, 86

Capítulo 7 –Corinthians – Segunda Fase, 105

Capítulo 8 – Clube Atlético Juventus, 120
8.1 – A Maior Contusão da Carreira, 122

Capítulo 9 – A Experiência como Treinador, 130

Capítulo 10 – Paulista – O Bom Filho à Casa Torna, 133

Parte 3 – A Vida Continua,  139

Capítulo 11 – Diretor da Fazenda de Jundiaí e Itupeva, 140
11.1 – O Sítio de Mário Milani, 145
11.2 – Os Costumes de Mário Milani Após o Fim da Carreira de Jogador, 148
11.3 – Fortim Mário Milani, 152
11.4 – O Livro e os Álbuns de Milani, 155
11.5 – As Homenagens, 156

Capítulo 12 – Os Últimos Dias, 170

Capítulo 13 – Parte Final, 175

Referências Bibliográficas, 178
Lista de Fotografias Utilizadas

Sinopse

Quem foi Mário Milani? Apesar de ter sido um jogador de futebol de grande destaque na década de 1940, estando entre os melhores do Brasil numa época de grandes craques, muitos, mesmo entre os que se interessam por futebol, não o conhecem. Milani foi campeão paulista pelo Corinthians, carioca pelo Fluminense, bicampeão brasileiro pela Seleção Paulista, artilheiro do Campeonato Brasileiro de Seleções por duas vezes e do Campeonato Paulista, além de ter passado também por São Paulo, pouco depois do clube ser fundado, Juventus e Paulista de Jundiaí. Trata-se de um dos poucos jogadores que chegaram a fazer 100 gols pelo Sport Club Corinthians Paulista.

Mas ele foi muito mais do que um jogador de destaque. Milani foi um funcionário público dedicado, tendo trabalhado como Secretário de Finanças em Jundiaí e colaborado durante anos em Itupeva, um município vizinho. Tanta dedicação e a bela carreira como jogador renderam-lhe muitas homenagens, como um viaduto e um estádio de futebol que recebem seu nome.

Milani foi alguém que sempre se dedicou à família – a esposa Maria, com quem viveu até falecer, num casamento de quase 60 anos, seus pais, irmãos, filhos, netos e bisnetos. Pilotou aviões, foi professor e passou praticamente toda sua vida em sua cidade natal, Jundiaí. Este é um pequeno resumo de quem foi Mário Milani. Mais detalhes da vida deste grande personagem se encontram neste livro.

Referência

CARVALHO, Gustavo Longhi de. Milani: o artilheiro aviador. Jundiaí: Edição do Autor, 2009.