O Brasil e as Copas do Mundo

Autores

Sérgio Settani Giglio, Diana Mendes Machado da Silva

Subtítulo

futebol, história e política

Editora

Zagodoni

Cidade

São Paulo

Tema

Copa do Mundo

Área de concentração

História e Política do Esporte

Páginas

160

Ano

2014

ISBN

9788564250758

Sumário

Prefácio, 11
José Paulo Florenzano

Apresentação, 13
Sérgio Settani Giglio,  Diana Mendes Machado da Silva

Capítulo 1 – As relações entre o COI e a FIFA e a formação da Copa do Mundo de futebol, 17
Sérgio Settani Giglio, Katia Rubio

Capítulo 2 – “No Brasil, jogador de futebol nasce feito”: a Copa de 1958 e o futebol popular em A Gazeta Esportiva, 28
Diana Mendes Machado da Silva

Capítulo 3 – A dificuldade do torcedor brasileiro em lidar com derrotas nas Copas do Mundo, 37
Paulo Henrique do Nascimento

Capítulo 4 – A Copa de 1958: o nascimento de uma nação campeã, 47
Marina Oliveira de Almeida

Capítulo 5 – A mente malandra na cinese-Garrincha na Copa de 1962: do drible à música popular, 57
Diego Frank Marques Cavalcante, Marcos Marques dos Santos Junior

Capítulo 6 – O bicampeonato mundial (1958-1962) entre as derrotas de 1950 e 1966: produções discursivas e a consolidação de saberes no futebol brasileiro, 66
Tiago Rosa Machado

Capítulo 7 – Da frustração à glória: o futebol-arte e a modernização do futebol nas crônicas de João Saldanha (1966-1970), 76
Vitor dos Santos Canale

Capítulo 8 – Em busca do feitiço perdido: a seleção de 1982 aos olhos da revista Placar, 87
Max Filipe Nigro Rocha

Capítulo 9 – As Copas de Ronaldo: a imagem de um herói, 97
Victor de Leonardo Figols

Capítulo 10 – Os negros e o estilo brasileiro de jogar futebol, ou como as Copas do Mundo ajudaram a inventar uma tradição, 109
Marcel Diego Tonini

Capítulo 11 – A luta pela Copa: obstáculos na institucionalização do futebol feminino, 121
Giovana Capucim e Silva

Capítulo 12 – Entre estádios e arenas: as Copas do Mundo no Brasil, 133
Marco Aurélio Duque Lourenço

Capítulo 13 – A Copa do Mundo FIFA de 2014 perante os legados da Copa do Mundo FIFA de 2006 – Um desafio para o “país do futebol”, 147
Ricardo André Richter

Sinopse

As questões relacionadas ao futebol e ao esporte como um todo têm mobilizado, na atualidade, a sociedade brasileira tanto para entender e justificar o movimento desse fenômeno, como para buscar compreender os empreendimentos e recursos aplicados na participação do Brasil nos grandes eventos que envolvem o futebol, em especial a Copa do Mundo. Isso porque o esporte tem refletido a forma como a sociedade vem se organizando, espelhando as diferenças entre Estados, povos e classes sociais, além de se tornar um dos principais elementos da indústria cultural contemporânea e expressar representações que englobam a singularidade e a importância desse esporte dentro da cultura brasileira.

Referência

GIGLIO, Sérgio Settani; SILVA, Diana Mendes Machado da. O Brasil e as Copas do Mundo: futebol, história e política. São Paulo: Zagodoni, 2014.