O Camisa 10 em campo

Autores

Flávio Ismael da Silva Oliveira

Subtítulo

elementos do processo de formação de um futebolista brasileiro

Orientador

Dagmar Aparecida Cynthia França Hunger

Banca

Júlio Wilson dos Santos, Gláuco Nunes Souto Ramos, Fernanda Rossi, Luciene Ferreira da Silva

Faculdade / Instituição

Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista

Tipo

Tese

Área de concentração

Doutor em Ciências da Motricidade

Ano

2014

Páginas

151

Cidade

Rio Claro

Resumo (pt)

Esta investigação objetivou compreender o processo de formação futebolística de Arthur Antunes Coimbra – Zico. Na condição de uma pesquisa de cunho qualitativo, orientada pelo método de abordagem de história oral e história do tempo presente e contemporânea, analisamos suas experiências e perspectivas em busca de indícios que nos ajudaram a compor relações estabelecidas determinantes para sua formação. Diferente das configurações atuais, as que garantiram o envolvimento de Zico com os futebóis e suas variações favoreceram uma gama de experiências significativas nos mais diversos espaços. Por muitos anos esse contexto prevaleceu, porém, a cada ano que passa, esses caminhos se alteram e se tornam mais complexos, extenso, exaustivo, dispendioso, concorrido e sistemático. A complexidade do processo nos leva a acreditar que a formação inicial do futebolista está sob fortes influências contextuais – família, pares, experiências, instituições, intervenção profissional, metodologias de ensino e treinamento, sistema competitivo e premiação, entre outros que compõem os ambientes informal e formal. Considerando que o futebol de hoje é diferente do futebol de algumas décadas, e que a importância cultural mantém-se tão forte no Brasil, estamos certos de que os centros de formação, para responderem de maneira positiva às exigências atuais e futuras do futebol, precisarão se reorganizar. Será preciso repensar as metodologias e instrumentos utilizados na identificação e desenvolvimento do futuro futebolista profissional. Pelo atual contexto, acreditamos que as configurações que permeiam o processo de formação nos levam a adotar uma postura, mesmo que cautelosa, em relação à possibilidade de surgimento de futebolistas com a mesma expressão de Zico e de maneira mais frequente. Dessa forma, o processo de formação pode estar comprometido colocando em risco a simbólica posição de destaque que o Brasil ocupa diante do cenário esportivo internacional, enquanto um dos principais formadores de futebolistas.

Abstract

This research aimed to understand the formative process of soccer player Arthur Antunes Coimbra – Zico. In the condition of a qualitative research, guided by the oral history, and present and contemporary history approaches, we analyzed his experiences and perspectives in search of evidences that enabled us to understand decisive relations to his formation. Different from the current configurations, that ensured the involvement of Zico with “footballs” and their variations favored a range of significant experiences in the most varied environments. For many years this context prevailed, however, over the years these paths change and become more complex, extensive, exhaustive, expensive, competitive and systematic. The complexity of the process leads us to believe that the initial formative process of the soccer player is under strong contextual influence, including: family, peers, experiences, institutions, professional intervention, teaching and training methodologies, competitive system, awards and many other contexts that comprise formal and informal environments. Considering that soccer today is different from a few decades, and the cultural importance remains so solid in Brazil, we are convinced that training centers must rearrange to respond positively to current and future demands of soccer. Methodologies and tools used in the identification and development of professional soccer players must be reconsidered. By the current context, we believe that the configurations that permeate the formative process leads us to adopt a cautious attitude regarding the possibility emergence of soccer players with the same distinction of Zico and more frequently. Therefore, the formation process can be compromised putting at risk the symbolic prominent position Brazil has on the international sports scene, as one of the leading countries in formation of soccer players.

Sumário

INTRODUÇÃO, 09
A.1 Apontamentos iniciais, 09
A.1.1 O futebol na Alameda das Rosas, 09
A.1.2 Objetivo, 12
A.2 Aspectos metodológicos, 13
A.2.1 Características da pesquisa, 13
A.2.2 O “Camisa 10”, 15
A.2.3 Técnicas de investigação e análise do depoimento, 17
A.3 Desdobramentos, 21
A.4 Estrutura da pesquisa, 28

CAPÍTULO I – CONFIGURAÇÕES INICIAIS DO FUTEBOL NO BRASIL, 32
1.1 Dos jogos com bola ao Football Association in Brazil, 32
1.2 Do Football Association à brasilidade do Flamengo, 44
1.2.1 O remo do Grupo de Regatas do Flamengo, 48
1.2.2 Do remo ao futebol do Clube de Regatas do Flamengo,  51
1.2.3 A popularidade do Flamengo, 59

CAPÍTULO II – O PROCESSO DE FORMAÇÃO NO BRASIL, 72
2.1 Pausa para a música, 72
2.2 De volta ao jogo, 78
2.2.1 A bricolagem, 83
2.2.2 Entre a bricolagem e o espetáculo – o espaço da várzea, 89
2.2.3 O início sistematizado – as escolinhas de futebol, 95
2.2.4 Formalização do processo, 97

CAPÍTULO III – A FORMAÇÃO DO “CAMISA 10”, 108
3.1 A infância em Quintino,108
3.2 Aproximação do Flamengo e início das experiências sistematizadas, 114
3.3 Experiências profissionais,121
3.4 Recapitulando o processo, 123

CONSIDERAÇÕES FINAIS, 134

REFERÊNCIAS, 141
APÊNDICES, 146
APÊNDICE A – Roteiro da entrevista, 146
APÊNDICE B – Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, 150

Referência

OLIVEIRA, Flávio Ismael da Silva. O Camisa 10 em campo: elementos do processo de formação de um futebolista brasileiro. 2014. 151 f. Tese (Doutor em Ciências da Motricidade) - Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2014.