O descobrimento do futebol

Autores

Bernardo Borges Buarque de Hollanda

Subtítulo

modernismo, regionalismo e paixao esportiva em José Lins do Rego

Editora

Edições Biblioteca Nacional

Cidade

Rio de Janeiro

Tema

Futebol na literatura; José Lins do Rego

Área de concentração

História

Páginas

328

Ano

2004

Sumário

Prefácio, 11

Introdução, 21

Futebol, uma querela modernista, 45
Da música popular à brasilidade esportiva, 47
Esporte moderno, jogo tradicional, 70
Ética e estética do futebol, 87

O modernismo e a crônica esportiva, 121
Do romance à crônica esportiva, 123
A crônica esportiva moderna, 140
O cronista-torcedor, 157

Por que me ufano do meu clube, 189
Os clubes – comunidades imaginadas, 191
De naus, almirantes e marinheiros, 224
Tal Brasil, qual Flamengo?, 244

Conclusão, 283

Referências Bibliográficas, 303

Sinopse

Este livro traz uma importante contribuição para o estudo da apropriação, pela literatura brasileira, do fenômeno futebolístico no país. A análise da relação entre literatura e futebol – e, por vezes, entre arte e esporte – dá-se através de um período crucial de consolidação deste esporte no país, entre 1938 e 1958, e por meio do escritor mais engajado no futebol como observador, torcedor e dirigente de clube e de seleções nacionais. O livro de Bernardo Buarque de Hollanda é, assim, tanto um contribuição para a história social da literatura brasileira, com seu ponto cego na parte tida como idiossincrática, exótica e epifenomenal da ligação entre José Lins do Rego e o futebol, quanto a uma contribuição para a história social e cultural deste esporte no país – José Sérgio Leite Lopes – Departamento de Antropologia / Museu Nacional.

Observações

Inclui notas ao final do livro e referência bibliográfica com discrografia, sites na internet, relatos orais e fontes gerais.

Referência

HOLLANDA, Bernardo Borges Buarque de. O descobrimento do futebol: modernismo, regionalismo e paixao esportiva em José Lins do Rego. Rio de Janeiro: Edições Biblioteca Nacional, 2004.