O estado novo e o mundial de futebol de 1966

Autores

Luís Pedro Marques Lourenço

Orientador

Luís Nuno Rodrigues

Co-rientador

Marcos Cardão

Faculdade / Instituição

Departamento de História, Instituto Universitário de Lisboa

Tipo

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em História Moderna e Contemporânea

Ano

2015

Páginas

114

Cidade

Lisboa

Resumo (pt)

A temática deste trabalho centra-se na prestação da seleção nacional de futebol portuguesa no mundial de 1966 e na forma como esta foi utilizada para efeitos políticos e de propaganda por parte do Estado Novo. Para compreendermos a importância dessa participação é necessário entender primeiro a forma como o futebol pode ser utilizado pelas elites políticas, com especial ênfase nos regimes ditatoriais, para ajudar a divulgar as suas ideologias e como forma de controlo das massas populares. Por outro lado, é também necessário compreender como era visto e como evoluiu o futebol durante o Estado Novo, além de entendermos qual a situação política, nacional, internacional e, sobretudo, colonial, do regime durante a década na qual decorre a competição. Esta será a primeira parte do trabalho. Após isso, entrar-se-á nas questões principais da tese, nomeadamente: Como se desenrolou a participação portuguesa durante o mundial? Qual o aproveitamento que o Estado Novo retirou dessa prestação? Como o conseguiu? Em que áreas mais se notou o impacto do mundial? Penso que, com esta tese, se irá ficar a compreender melhor a importância da prestação portuguesa no mundial para o Estado Novo, o modo como esta foi usada em termos propagandísticos e quais os meios e formas em que foi usada. Para a sua realização, os principais métodos utilizados na recolha de informação foram a consulta de jornais da época, a visualização dos discursos na Assembleia Constituinte, alguns documentos oficiais de arquivo e também a leitura de bibliografia sobre as diversas áreas desta temática.

Palavras-chave: Estado Novo, Futebol, Propaganda, Ideologia Colonial

Abstract

The topic of this thesis focus on the performance of the Portugal national football team in the world cup of 1966 and how it was used for political and propaganda purposes by the New State. To understand the importance of that campaign, first it’s necessary to comprehend how football may be used by the political elites, with a special emphasis on the dictatorial regimes, to help promote their ideologies and as a way to control the popular masses. On the other hand, it’s also necessary to understand how football was seen, and how it evolved during the New State. Beyond that, we also need to realize the political situation, national, international and, especially, colonial, of the regime during the decade when the competition took place. This will be the first section of this thesis. After that, we will analyze the main questions of this dissertation, such as: How did the Portuguese team fare during the world cup? What were the benefits the New State took of that performance? How did it do it? In which areas was the impact of the world cup more visible? I think that, with this thesis, we will have a better understanding of the importance of the Portuguese campaign in the world cup to the New State, how it was used for propaganda and the means in which it was used. The main methods used to accomplish this were the research of newspapers of 1966, the visualization of the interventions of the Constituent Assembly, some archival records and also reading the bibliography about the various areas of this theme.

Key words: New State, Football, Propaganda, Colonial Ideology

Sumário

Capítulo 1: INTRODUÇÃO, 1

Capítulo 2: O FUTEBOL E A HISTÓRIA, 5

Capítulo 3: O ESTADO NOVO E O FUTEBOL, 15
A luta pelo profissionalismo, 17
O futebol e a política portuguesa antes de 1960, 20
As inaugurações de estádios no Estado Novo, 21
O futebol e a política portuguesa a partir de 1960, 25
O futebol nas colónias portuguesas, 28

Capítulo 4: O ESTADO NOVO E O MUNDIAL DE FUTEBOL DE 1966, 31
O Estado Novo na década de 1960, 31
A prestação portuguesa no mundial de futebol de 1966, 39
Análise aos discursos dos jornais, 53

Capítulo 5: O IMPACTO DO MUNDIAL DE FUTEBOL DE 1966, 59
A chegada dos jogadores a Portugal, .60
O impacto político do mundial, 63
O rescaldo da competição nos jornais portugueses, 72
O impacto cultural do mundial e a visão do país no estrangeiro, 80
O impacto do mundial na situação colonial, 88

Capítulo 6: CONCLUSÃO, 95

FONTES, 101

BIBLIOGRAFIA, 103

Referência

LOURENçO, Luís Pedro Marques. O estado novo e o mundial de futebol de 1966. 2015. 114 f. Dissertação (Mestrado em História Moderna e Contemporânea) - Departamento de História, Instituto Universitário de Lisboa, Lisboa, 2015.