O Fluminense Foo-tball Club

Autores

Renato Lanna Fernandez

Subtítulo

A construção de uma identidade clubística no futebol carioca (1902-1933)

Orientador

Carlos Eduardo Barbosa Sarmento

Banca

Paulo Fontes, Victor Andrade de Melo, Bernardo Borges Buarque de Hollanda

Faculdade / Instituição

Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil, Fundação Getúlio Vargas

Tipo

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em História, Política e Bens

Ano

2010

Páginas

195

Cidade

Rio de Janeiro

Resumo (pt)

Este trabalho tem por objetivo levantar explicações sobre a formação da identidade do Fluminense F. C. como clube que tem como marca principal a elitização calcada na distinção e no refinamento. Pretendemos analisar a história do clube durante os anos iniciais do desenvolvimento do futebol na cidade do Rio de Janeiro e sua relação com as outras agremiações futebolísticas, levantando aspectos peculiares de sua história que foram fundamentais na construção dessa imagem. Tendo como pressupostos teóricos os trabalhos de Bourdieu sobre a distinção e de Hobsbawm e Ranger sobre a invenção das tradições, procuramos demonstrar como escritores como Mario Filho e Paulo Coelho Netto foram responsáveis pela consolidação de uma série de valores simbólicos e tradições que associaram o Fluminense a um espaço de distinção e refinamento que se perpetuou historicamente.

Palavras Chaves: Fluminense, futebol, distinção, representação, identidade,
refinamento, amadorismo.

Abstract

The purpose of this dissertation is to explain the formation of the identity of Fluminense F.C. as a club marked by elitism, which is grounded on distinction and refinement. An attempt was made to analyze the history of this club during the earliest years of the soccer development in Rio de Janeiro city, and its relation with other clubs. Several peculiar aspects of its history that were essential for the construction of the image of the club are also discussed. As theoretical basis, this dissertation shows Bourdieu’s ideas about distinction and Hobsbawm & Ranger’s ideas about invention of traditions. These ideas are necessary in order to demonstrate how writers as Mario Filho and Paulo Coelho Netto were responsible for the construction of a series of symbolic values and traditions, which associated the “Fluminense” club with a space of distinction and refinement that perpetuated historically.

Keywords: “Fluminense”, soccer, distinction, representation, identity, refinement
amateurship.

Sumário

INTRODUÇÃO, 07

CAPÍTULO 1: UM CLUBE PIONEIRO, 14
1.1 – Oscar Cox, 14
1.2 – Rio de Janeiro: cidade esportiva, 23
1.3 – Os primeiros jogos e as primeiras tradições, 33
1.4 – Foot-Ball: um jogo para poucos, 40
1.5 – Os sportmen tricolores, 45
1.6 – Os irmãos Karamazov, 56

CAPÍTULO 2: UM CLUBE DISTINTO, 61
2.1 – Clube como espaço de distinção, 62
2.2 – Um time distinto, 67
2.3 – Um intelectual a serviço do Fluminense, 82
2.4 – Caindo no gosto popular, 100
2.5 – O sulamericano de 1919, 111

CAPÍTULO 3: FLUMINENSE E O PROFISSIONALISMO, 120
3.1 – Falso profissionalismo, uma situação indesejável, mas real, 124
3.2 – Profissionalismo: uma necessidade, 136
3.3 – Profissionalismo sem perder o elitismo, 145

CAPÍTULO 4: CONSOLIDANDO TRADIÇÕES, 150
4.1 – Mario Filho e o negro no futebol tricolor, 150
4.2 – Paulo Coelho Netto e a construção da memória clubística, 164

CONSIDERAÇÕES FINAIS, 176
ANEXO, 181
FONTES E BIBLIOGRAFIA, 187

Referência

FERNANDEZ, Renato Lanna. O Fluminense Foo-tball Club: A construção de uma identidade clubística no futebol carioca (1902-1933). 2010. 195 f. Dissertação (Mestrado em História, Política e Bens) - Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil, Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, 2010.