O futebol no campo afetivo da história

Autores

Luiz Carlos Ribeiro

Periódico / Revista

Movimento

Volume

v.10

Número

n.3

Páginas

p.99-111

Área de concentração

Educação Física

ISSN

0104754X

Resumo (pt)

Problematizando a visão racional e pragmática que ainda predomina nas ciências sociais, o presente artigo propõe uma discussão epistemológica para o estudo do futebol como objeto científico. Em síntese, a proposta da apreensão dos sentimentos de afetividade e paixão, como meandros para a compreensão do futebol para além do racional e do pragmático.

Abstract

By revisiting the rational and pragmatic vision that is still prevalent in the social sciences, this paper proposes an epistemological discussion over the study of soccer as a scientific object. In short, it’s a proposal to grasp the feelings of affectivity and passion, as a way to understand football beyond the rational and the pragmatic.

Resumo (outro idioma)

Al problematizar la visión racional y pragmática que aún predomina en las ciencias sociales, el presente trabajo propone una discusión epistemológica para el estudio del fútbol como objeto científico. En síntesis, la propuesta de la aprehensión de los sentimientos de afectividad y pasión, como meandros para la comprensión del fútbol para allá de lo racional y lo pragmático.

Observações

Confira o site da revista: www.seer.ufrgs.br/Movimento/index

Referência

RIBEIRO, Luiz Carlos. O futebol no campo afetivo da história. Movimento. Porto Alegre, v.10, n.3, p.99-111, 2004.