O legado educativo dos megaeventos esportivos

Autores

Katia Rubio

Periódico / Revista

Motrivivência

Volume

v.21

Número

n.32-33

Páginas

p.71-88

Área de concentração

Educação Física

ISSN

2175-8042

Resumo (pt)

Quando no final do século XIX foi celebrada a primeira edição dos Jogos Olímpicos da Era Moderna e a cidade de Atenas acolheu a competição pouco se esperava de um evento que reunia algumas centenas de pessoas que praticavam esporte como atividade de tempo livre e sem nenhuma outra finalidade senão a competição em si mesma. Ao longo do século XX os Jogos Olímpicos se transformaram em um dos principais eventos culturais do planeta e sua organização demanda envolvimento direto do poder público e da iniciativa privada. De um sonho multicultural e multiétnico a um dos maiores negócios do planeta os Jogos Olímpicos, a maior realização do Comitê Olímpico Internacional, tornaram-se uma fonte inesgotável de reprodução de valores culturais e de projeção da dinâmica social. Este artigo propõe-se a discutir os valores olímpicos inicialmente apregoados, identificados em princípio como valores éticos universais, e a proposta de educação olímpica como forma de resgate desses valores e de reflexão sobre os rumos que o movimento como um todo toma em um mundo marcado pelas diferenças não apenas culturais, mas também econômicas e sociais. 

Abstract

When in the late nineteenth century was celebrated for the first Olympic Games of the Modern Age and the city of Athens hosted the competition little was expected of an event that brought together hundreds of people who practice sports as leisure-time activity and for no other purpose than the competition itself. Throughout the twentieth century the Olympics have become a major cultural events of the planet and your organization demands the direct involvement of public and private initiative. From a multicultural and multiethnic dream to a one of the biggest business on the planet the Olympics, the greatest achievement of the International Olympic Committee, became an inexhaustible source of reproduction of cultural values and projection of social dynamics. This article proposes to discuss the Olympic values initially touted as identified in principle as universal ethical values, and the proposed Olympic education as a way to rescue these values and reflection on the direction the movement as a whole takes on a world marked by differences not only cultural but also economic and social. 

Observações

Link para o site da revista: periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/index       

Referência

RUBIO, Katia. O legado educativo dos megaeventos esportivos. Motrivivência. Florianópolis, v.21, n.32-33, p.71-88 , 2009.