O país do futebol na Copa do Mundo

Autores

Scheila Espindola Antunes

Subtítulo

estudo de recepção ao discurso midiático-esportivo com jovens escolares

Orientador

Giovani De Lorenzi Pires

Banca

Antônio Fausto Neto, João Batista Freire

Faculdade / Instituição

Centro de Desportos, Universidade Federal de Santa Catarina

Tipo

Dissertação

Área de concentração

Mestre em Educação Física

Ano

2007

Páginas

149

Cidade

Florianópolis

Resumo (pt)

Este estudo teve por objetivo conhecer e analisar a recepção de jovens escolares ao discurso midiático-esportivo durante a Copa do Mundo de 2006, realizada na Alemanha. O discurso midiático-esportivo, em especial, no âmbito do futebol, tem projetado transformações inegáveis no conjunto de representações do imaginário socialmente partilhado em torno do conceito de esporte e sua prática. Não apenas pelo alcance dos meios de comunicação de massa, mas também por sua agilidade em formar e constituir teias sociais de pensamentos, hábitos e estilos de vida que (re)organizam valores à viabilizar a sustentação da lógica mercadológica que rege a sociedade do consumo. Tais transformações, ao serem incorporadas pelos sujeitos a partir do consumo de discursos midiático-esportivos, fazem com que a mídia exerça um importante papel mediador entre o esporte espetáculo e o sujeito-receptor. Para que os sujeitos não assumam, de maneira inconsciente, os valores, sentidos e significados veiculados por meio dos “pacotes esportivos”, é necessário o recurso a mediações que oportunizem uma leitura mais crítica desses discursos e que promovam, nos sujeitos, autonomia para a realização de suas escolhas. Nesse sentido, em nosso estudo utilizamos um quadro teórico composto pelos conceitos da Teoria Crítica articulados aos estudos de Recepção e da Teoria das Múltiplas Mediações, sob o viés dos Estudos LatinoAmericanos. O trabalho de campo, deu-se com alunos do ensino médio do Colégio de Aplicação da UFSC, num período que englobou a Copa do Mundo/2006. Para conhecermos suas principais mediações e o tratamento dados as mensagens que consomem por meio do discurso midiático-esportivo, foram mobilizados como procedimentos, instrumentos e técnicas de pesquisa: questionário, entrevistas semi-estruturas, grupos focais e observação participante. Analisando e discutindo a realidade observada em campo constatamos que, na visão dos sujeitos, a escola e a família são suas principais mediações institucionais, assim como foi atribuída à mídia significativa representatividade enquanto mediação tecnológica. Também constatamos que tanto a escola, como a educação física, necessitam repensar suas ações pedagógicas, no sentido de investir, cada vez mais, numa formação que não esteja isolada do mundo vivido pelos sujeitos. Por isso, propõe-se pensar numa perspectiva de ensino mais crítica, que atenda as necessidades de uma educação para a mídia.

Abstract

The objective this study was to know and to analyze the reception of young students to the discourse of the media during the World Cup/2006/Germany. The discourse of the media, in special, the scope of the soccer, has projected undeniable transformations in the people’s representations around the concept of sport. Not only for the reach of the medias, but also for its agility in forming and constituting concept, habits and styles of life that organize values to making possible the sustentation of the marketing logic that conducts the society of the consumption. Such transformations, when being incorporated for the citizens from the consumption of discourse of the media speeches, make with that the media exerts an important mediating paper between the sport spectacle and the citizen-receiver. So that the citizens do not assume, in unconscious way, the values, felt and meanings propagated by means of the “sportive packages”, the resource is necessary the mediations that find a more critical reading of these speeches and that they promote, in the youngest, autonomy for the accomplishment of its choices. In this direction, in our study we used concepts of the Critical Theory, Reception’s Studies and the Theory of the Mediations Multiple, under the bias of the Latin American Studies. The field work, was given with youngest of the Colégio de Aplicação da UFSC, during the period of the World Cup/2006. To know its main mediations and the treatment given the messages that consume by means of the discourse of the media had been mobilized as procedures, instruments and techniques of research: focal questionnaire, interviews half-structures, groups and participant observation. Analyzing and arguing the reality observed in field we evidence that, in the vision of the youngest, the school and the family are its main mediations. Also we evidence that the school and the physical education needs to rethink its pedagogical action, in the direction to invest, each time more, in the formation that is not isolated of the world lived for the youngest. Therefore, it is considered to think about a more critical perspective of education that takes care of the necessities of an education for the media.

Sumário

INTRODUÇÃO, 13
A escolha da temática, a elaboração do problema de pesquisa e sua relevância, 17
Objetivos do estudo, 24
Elementos teórico-metodológicos: “apresentando o esquema tático do jogo”, 25
O campo de pesquisa, os sujeitos e os procedimentos de pesquisa, 33

CAPÍTULO I – ESTUDOS DE RECEPÇÃO E MEDIAÇÕES: O PAPEL DA ESCOLA E DA EDUCAÇÃO FÍSICA, 37
1.1 Os Estudos de Recepção e caminhos já trilhados, 38
1.2 Os Estudos Latino-Americanos: aproximações teóricas ao quadro de referências do estudo, 49
1.2.1 A Teoria das Mediações e o Modelo das Múltiplas Mediações: entrelaçando teoria e realidade apreendida em campo, 53
1.2.2 A realidade das Mediações na recepção dos alunos-sujeitos, 58

CAPÍTULO II – A REALIDADE (APREENDIDA) EM CAMPO, 66
2.1 Indústria Cultural e Indústria Midiática: o que são e como se manifestam esses elementos no cotidiano dos alunos-sujeitos, 68
2.1.1 A Sociedade do Espetáculo: um novo estágio da Indústria Cultural, 75
2.2 A Copa Do Mundo/2006 e suas repercussões na formação da opinião dos alunos, 79
2.3 O Ídolo Esportivo: criação e superexposição na Sociedade Do Espetáculo, 95
2.4 A Esfera Publicitária em Tempos de hipertrofia do futebol: percepções e críticas durante a Copa de 2006 pelos olhares e vozes dos alunos, 109

CAPÍTULO III – A ESCOLA E A EDUCAÇÃO FÍSICA COMO MEDIADORAS DO PROCESSO DE RECEPÇÃO DOS ALUNOS SUJEITOS: APONTAMENTOS TEÓRICOS E RECORTES DA REALIDADE, 120

CONSIDERAÇÕES FINAIS, 134

REFERÊNCIAS, 142

Referência

ANTUNES, Scheila Espindola. O país do futebol na Copa do Mundo: estudo de recepção ao discurso midiático-esportivo com jovens escolares. 2007. 149 f. Dissertação (Mestre em Educação Física) - Centro de Desportos, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2007.