O planeta Neymar

Autores

Paulo Vinícius Coelho

Subtítulo

um perfil

Editora

Editora Paralela

Cidade

São Paulo

Tema

Jogadores de Futebol

Área de concentração

Biografia

Páginas

240

Ano

2014

ISBN

8565530639

Sumário

Introdução: Nasce um gênio brasileiro, 9

1. A descoberta, 13

2. A grande viagem, 18

3. “Para ser feliz”, 22

4. “Eu quero ficar em Santos!”, 25

5. A coluna, 29

6. Messi, treze anos, 31

7. Geração Neymar, 34

8. O descobridor de talentos, 37

9. Meu pé esquerdo, 40

10. A estreia, 43

11. Filé de Borboleta, 46

12. Nunca mais na Vila Belmiro, 50

13. Santástico 2010, 52

14. Os amigos de Abramovich, 56

15. O monstro contra Dorival, 60

16. Barça ou Real Madrid?, 63

17. Vendido para o Real Madrid, 67

18. O Barcelona chegou, 71

19. O agente do Barcelona, 74

20. Cinquenta anos depois de Pelé, 77

21. Seleção — O Sul-Americano Sub-20, 80

22. Grafite sim, Neymar não!, 83

23. A estreia na seleção, 86

24. Copa América 2011, 89

25. Olimpíadas e Copa das Confederações, 92

26. A chegada ao Barcelona, 95

27. Onze toques, 97

28. Neymar faz falta, 99

29. Neymar é confiança, 102

30. O divisor de águas, 105

31. Extrativistas, 108

32. O discípulo de Bielsa, 112

33. A renúncia, 115

34. Valeu a pena, 119

Ficha técnica dos jogos de Neymar pela seleção brasileira principal, 123

Sinopse

Paulo Vinícius Coelho, o jornalista que mudou a maneira como o brasileiro vê futebol, foi o primeiro a escrever sobre o craque Neymar, quando ele ainda tinha treze anos. Para PVC, o autor, Neymar, o melhor jogador da Copa das Confederações de 2013 e a grande esperança brasileira para a próxima Copa, não só representa a retomada da boa tradição do futebol arte, como significa também uma grande mudança na maneira como os craques nacionais gerenciam a própria carreira. Neste livro, Paulo Vinícius Coelho analisa a carreira do atacante do Barcelona desde o tempo em que, garoto, jogava futsal em São Vicente, no litoral paulista, passando pela vitoriosa carreira em um dos melhores times do Santos e culminando com a atuação pela seleção brasileira na Copa das Confederações. Ao contrário do argentino Linoel Messi, Neymar preferiu se formar e jogar por cinco temporadas no Brasil, antes de ir para a Espanha. Sua carreira, muito bem planejada pelo pai, é um sucesso nos gramados e fora dele.

Observações

Leia um trecho do livro.

Referência

COELHO, Paulo Vinícius. O planeta Neymar: um perfil. São Paulo: Editora Paralela, 2014.