O processo de formação do atleta de futsal e futebol: análise etnográfica

Autores

Fernando Renato Cavichiolli, Aline Barato Cheluchinhak, André Mendes Capraro, Fernando Marinho Mezzadri

Periódico / Revista

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte

Volume

v.25

Número

n.4

Páginas

p.631-47

Área de concentração

Educação Física

ISSN

18075509

Resumo (pt)

Apesar de o senso comum estabelecer que todo brasileiro “já nasce sabendo jogar bola”, é longo o caminho entre o reconhecimento de se “ter talento” para o futebol até a “lapidação” desta espécie de “aptidão aparentemente inata”. Assim, cada vez mais cedo, as crianças praticam Futsal em escolinhas esportivas com a esperança de que sejam encaminhadas/convidadas a jogarem o Futebol em clubes profissionais. Como a quantidade desses jovens que se lançam no mercado esportivo é crescente, faz-se necessário observar e entender como se dá o comportamento social estabelecido nas escolinhas de futsal/futebol. O objetivo do presente estudo foi investigar o planejamento/ações que pais e clubes realizam para que os garotos adquiram a capacidade de jogar futsal/futebol. Para tanto, por meio de trabalho etnográfi co, durante um ano foram observadas e registradas em entrevistas e diário de campo as práticas e as falas dos jovens atletas, pais, professores e dirigentes de um clube tradicional de Curitiba. Partindo da premissa de que a mítica do talento inato dá lugar à aprendizagem sistematizada como forma de se obter o triunfo, pretendemos expor aqui como são traçados os caminhos e os descaminhos no mundo do futsal e futebol de base. O trabalho revela que a formação de um jogador consiste num processo de ensino-aprendizagem-prática determinado pelos pais e que encontram eco em clubes especializados. Evidencia-se que para alguns pais e professores o “jogar bola” é apenas mais uma possibilidade de profissão, tão desejada, entre outras.
 

Abstract

People say “each Brazilian citizen is born knowing how to play soccer”. However there is a long way between the detection of a talented soccer player until the development of this kind of inborn aptitude. That is the reason of children start the practice of soccer earlier and earlier in schools and soccer-specific schools with the hope of being invited or selected to play soccer in any professional club. Since there is a great amount of children and adolescents starting on this trade it is reasonable to observe and understand how the social behavior inside these soccer-specific schools occurs. The aim of the present study was to observe the relationships between parents, teachers (coaches), children and adolescents related to the planning of soccer learning process and social insertion of the children, as well as to observe the parents and coaches social behavior within the sports environment. All practices and even speeches of young players, parents and coaches were registered on a field diary along one year in a traditional soccer club of Curitiba. Considering that the inborn talent may not be more important than the systematic soccer training process to be successful, we intend to show how the directions to reach the glory in soccer are planned (or not) since early ages. 

Observações

Referência

CAVICHIOLLI, Fernando Renato; CHELUCHINHAK, Aline Barato; CAPRARO, André Mendes; MEZZADRI, Fernando Marinho. O processo de formação do atleta de futsal e futebol: análise etnográfica. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. São Paulo, v.25, n.4, p.631-47, 2011.