Os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro de futebol

Autores

Anderson David Gomes dos Santos

Editora

Appris

Cidade

Curitiba

Páginas

357

Ano

2019

ISBN

9788547326395

Sumário

1 INTRODUÇÃO, 23

2 DA CRIAÇÃO DE NORMAS À TRANSMISSÃO DO FUTEBOL PELA MÍDIA, 37
2.1 A “CRIAÇÃO” DO FUTEBOL A PARTIR DA LIDERANÇA DO CAPITALISMO INGLÊS
2.2 O FUTEBOL E O BRASIL
2.3 ESTRUTURA DE UMA PAIXÃO A SER APROPRIADA
2.4 O PROGRAMA MIDIÁTICO FUTEBOL

3 A LIDERANÇA DA REDE GLOBO NO MERCADO E A RELAÇÃO COM O FUTEBOL, 97
3.1 A TELEVISÃO COMO FOMENTADORA DA INDÚSTRIA CULTURAL NO BRASIL
3.2 A CRISE E A NECESSÁRIA REESTRUTURAÇÃO DO GRUPO GLOBO
3.3 MUDANÇAS NO MERCADO COM A FASE DA MULTIPLICIDADE DA OFERTA
3.4 DAS ORIGENS DOS CAMPEONATOS NACIONAIS À PARCERIA COM A REDE GLOBO EM 1987
3.5 CONTEXTO DE TRANSMISSÕES DE EVENTOS ESPORTIVOS ATÉ 2011

4 AS BARREIRAS NA NEGOCIAÇÃO DOS DIREITOS DE TRANSMISSÃO, 147
4.1 DISPOSITIVOS LEGAIS SOBRE DESPORTO E COMUNICAÇÃO
4.1.1 A Lei do Esporte e as definições sobre as transmissões
4.2 DISCUSSÕES SOBRE DIREITOS DE TRANSMISSÃO EM OUTROS MERCADOS
4.3 O INÍCIO DO PROCESSO E A ANÁLISE DA SECRETARIA DE DIREITO ECONÔMICO
4.3.1 Análise dos contratos
4.3.2 Parecer da SDE
4.4 ANÁLISE E ENCAMINHAMENTOS DO Cade
4.4.1 Parecer da ProCade
4.4.2 Consulta aos envolvidos

5 A CESSÃO DOS DIREITOS DE TRANSMISSÃO DO BRASILEIRO A PARTIR DE 2012, 215

5.1 DESMONTE DO CLUBE DOS 13
5.1.1 Carta-convite
5.1.2 A interrupção do processo pelas negociações em paralelo
5.2 AVALIAÇÕES DO CASO

6 O BRASILEIRÃO SOB NOVOS CONTRATOS DE TRANSMISSÃO, 251
6.1 O PRIMEIRO ANO DE CONTRATO
6.2 RENOVAÇÃO DE CONTRATOS SOB SOMBRA DA CONCORRÊNCIA NA TV FECHADA
6.3 A DISPUTA ENTRE GLOBO E ESPORTE INTERATIVO
6.3.1 O histórico do Esporte Interativo
6.3.2 Reestruturação da área de esportes do Grupo Globo
6.3.3 Os dois anos de negociação pelos direitos do Campeonato Brasileiro
6.3.4 Acompanhamento do Cade

7 QUEM TRANSMITIRÁ O BRASILEIRÃO A PARTIR DE 2019?, 297
7.1 PROBLEMAS DO ESPORTE INTERATIVO
7.2 A AMEAÇA DE APAGÃO EM DISTINTAS MÍDIAS
7.3 OUTRAS FONTES DE RECEITA
7.3.1 O direito dos clubes para as placas e outros países
7.3.2 A transmissão pela internet
7.3.3 Os games de futebol
7.4 PERSPECTIVAS DE FUTURO DO MERCADO

8 CONSIDERAÇÕES FINAIS, 321

REFERÊNCIAS, 329

Sinopse

“Por que o meu time não tem jogo transmitido?”. “Por que eu tenho que assistir às transmissões do futebol brasileiro num só canal?”. Afinal, como uma emissora conseguiu deter tamanho poder sobre o programa futebol no Brasil mesmo com concorrentes estrangeiros em outras mídias? Essas dúvidas são comuns em rodas de conversas de torcedores brasileiros neste século e Os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro de Futebol busca apresentar os motivos. Traça-se aqui a construção histórica a partir do caso do Campeonato Brasileiro de Futebol, tendo em vista o período de 1971 a 2018, em que se destaca a relação entre os grupos midiáticos de comunicação e o principal torneio de futebol realizado no país. A obra propõe-se a relatar essa relação enfatizando, especialmente, quatro momentos: a realização da Copa União em 1987; a cessão dos direitos de transmissão a partir do Campeonato Brasileiro de 1997; os novos acordos que surgem em 2011 depois do Termo de Cessação de Conduta entre Grupo Globo, Clube dos Treze e CBF; e a disputa entre Globo e Esporte Interativo para os direitos a partir de 2019. A decisão de um órgão dedicado a evitar problemas na concorrência do setor econômico, o Cade, poderia ter regularizado o mercado brasileiro de aquisição de direitos de transmissão de eventos esportivos, mas acaba mudando para pior o modelo de negócio, com o fim da centralização da oferta e a implosão da associação de clubes. Novos efeitos vieram dois contratos depois, gerando resultados contrários ao mesmo Grupo Globo que atuou pelas alterações anteriores. Nesse espaço, o Esporte Interativo inaugura uma concorrência responsável por mudar a distribuição de valores dos meios de comunicação, mas abre a possibilidade de um “apagão do Brasileirão”, com partidas sem poderem ser transmitidas. Este livro, assim, atenderá ao interesse dos torcedores de futebol, que buscam cada vez mais entender a importância dos recursos dos meios de comunicação para os clubes; assim como para os pesquisadores, que veem uma análise do ponto de vista econômico, mas na perspectiva crítica da Economia Política da Comunicação.   

Referência

SANTOS, Anderson David Gomes dos. Os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro de futebol. Curitiba: Appris, 2019.