“Os Leões em África”: futebol e política no Império Colonial português (1954)

Autores

João Manuel Casquinha Malaia Santos

Periódico / Revista

Estudos Históricos

Cidade

Rio de Janeiro

Volume

v. 32

Número

n. 68

Páginas

p. 589-608

Ano

2019

Tema

Dossiê Futebol, história e política

ISSN

2178-1494

Resumo (pt)

Num conturbado contexto político e de valorização da excepcionalidade do colonialismo português por parte do governo salazarista, o Sporting Clube de Portugal fez uma excursão de jogos de futebol às suas duas maiores colônias na África, Angola e Moçambique, com atuações também em Joanesburgo e Leopoldville. Por meio da análise de periódicos da imprensa da metrópole e das colônias africanas, buscamos entender as relações entre o futebol e a política colonial portuguesa, a difusão do discurso do lusotropicalismo e da exaltação das obras do “gênio colonial português”, além das tensões, esportivas e raciais, dessa experiência de convívio imperial.

Palavras-chave: Colonialismo português; Excursões; Futebol; Racismo; África.

Abstract

In a troubled political context and in times of appreciation of the exceptionality of Portuguese colonialism by the Salazar government, Sporting Clube de Portugal made a tour for football matches in its largest colonies in Africa, Angola and Mozambique, with performances in Johannesburg and Leopoldville as well. Through the analysis of press journals in the metropolis and the African colonies, we sought to understand the relations between football and Portuguese colonial politics, the diffusion of lusotropicalismo discourse and the exaltation of the works of the “Portuguese colonial genius”, besides the racial and sports tensions of this imperial experience.

Keywords: Portuguese colonialism; Tours; Football; Racism; Africa.

Resumo (outro idioma)

En un contexto político difícil y en tiempo de apreciación de la singularidad del colonialismo portugués por el gobierno de Salazar, Sporting Clube de Portugal hizo una gira con partidos de fútbol en las dos colonias más grandes de África, Angola y Mozambique, con actuaciones también en Johannesburgo y Leopoldville. A través del análisis de la prensa periódica de la metrópoli y de las colonias africanas, tratamos de comprender las relaciones entre el fútbol y la política colonial portuguesa, la propagación de expresión del lusotropicalismo y la exaltación de las obras del “genio colonial portugués”, más allá de las tensiones, deportivas y raciales, de esta experiencia de convivencia imperial.

Palabras clave: Colonialismo portugués; Giras; Fútbol; Racismo; África.

Referência

SANTOS, João Manuel Casquinha Malaia. “Os Leões em África”: futebol e política no Império Colonial português (1954). Estudos Históricos. Rio de Janeiro, v. 32, n. 68, p. 589-608, 2019.