Perfil dos dirigentes desportivos de futebol não profissional

Autores

Pedro Miguel Costa Augusto

Subtítulo

um estudo de caso sobre os dirigentes desportivos do distrito de Lisboa

Orientador

Rui Jorge Bértolo Lara Madeira Claudino

Banca

Carlos Jorge Pinheiro Colaço , Alcides Vieira da Costa

Faculdade / Instituição

Faculdade de Motricidade Humana, Universidade de Lisboa

Tipo

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em Gestão do Desporto

Ano

2015

Páginas

179

Cidade

Lisboa

Resumo (pt)

Com a realização deste estudo procuramos identificar o perfil dos Dirigentes Desportivos que atuam nas organizações de futebol não profissional, caracterizando as suas tarefas e competências no desenvolvimento da atividade. A revisão bibliográfica assenta primeiramente numa abordagem ao associativismo desportivo e a evolução do futebol. A segunda fase representa as competências definidas para um gestor desporto, dando seguimento às matérias relacionadas com o dirigismo desportivo benévolo. A terceira fase é constituída pelo processo de análise de cargos/atividades, assim como, a constituição de perfis profissionais. Em termos metodológicos, seguiu-se a realização de entrevistas e inquéritos estruturados de acordo com o guião do INOFOR, assumindo um método de análise misto, estando totalmente descrito na revisão teórica. As entrevistas foram realizadas a 5 DD e os inquéritos aos restantes elementos diretivos responsáveis pelas organizações desportivas envolvidas na investigação, obtendo um total de 36 inquéritos válidos. Os resultados obtidos permitem delinear o perfil referente a esta atividade, verificando as necessidades ao nível da formação e percebendo com clareza as perceções relativas às perspetivas de futuro. Especificamos um plano de formação que assenta nas matérias e necessidades reveladas pelos elementos inquiridos, assentando especificamente nos três dominós de competências: saber, saber-fazer e saber relacional.

Palavras-chaves: Dirigente Desportivo, Perfil Profissional, Clubes Desportivos, Formação, Competências, Futebol não Profissional, Associativismo Desportivo, Análise de Cargos.

Abstract

Conducting this research allows one to better understand the profile of the sports officials, specifically those who work within non-professional soccer organizations, characterizing their tasks and skills. The bibliographic review is based on three phases. The first is an approach on sporting associations and soccer evolution. The second phase defines the competencies of a sport manager. The third phase consists of the analyzing of roles and activities such as the constitution of professional profiles. Structured interviews and surveys were conducted according to the INOFOR guide, adopting a mixed method of analysis which is fully described in the literature review. The interviews were conducted by 5 elements of sporting club administration. In order to obtain a significant amount of relevant data for our study we directed the surveys to the administration managers responsible for the sports organizations involved in our investigation. Throughout the investigation we were able to gather 36 valid surveys. The final results allow one to delineate the activity of a sports official, by verifying the training needs and understanding their perceptions regarding future prospects. A specific training plan was made based on materials and needs revealed by the respondents, specifically combining the three skills: knowledge, know-how and relational knowledge.

Keywords: Sports Official, Professional Profile, Sports Clubs, Training, Skills, NonProfessional Soccer, Sports Associationism, Job Analysis.

Sumário

Introdução, 13

Capítulo I – Colocação do Problema, 15
1.1.Definição do Problema, 17
1.2.Sub- Problemas do Estudo, 19
1.3.Delimitação do Estudo, 19

Capítulo II – Revisão de Literatura, 20
2.1. Gestão do Desporto, 20
2.1.1. O papel do Gestor Desportivo, 24
2.1.2. Formação de um Gestor Desportivo, 27
2.2. Associativismo Desportivo, 31
2.2.1. Os Antecedentes do Associativismo Desportivo, 31
2.2.2. O percurso histórico do Associativismo Desportivo em Portugal, 33
2.2.3. O Clube Desportivo, 39
2.3. Organização do Futebol, 42
2.3.1. Futebol Moderno, 42
2.3.2. Futebol em Portugal, 45
2.3.3 A organização do Futebol Não Profissional em Portugal, 50
2.4. Voluntariado no Desporto, 54
2.4.1.Dirigente Desportivo Voluntário, 58
2.4.2. Formação do Dirigente Desportivo, 62
2.4.3. Estudos sobre o Dirigente Desportivo, 67
2.5. Análise de Cargos, 72
2.5.1. Perfil Profissional, 80
2.5.2. Estudos sobre o Perfil Profissional no Desporto, 83

Capítulo III – Metodologia, 88
3.1. Definição da População de Estudo, 88
3.3.Instrumento de pesquisa, 91
3.4. Procedimentos Metodológicos, 95

Capítulo IV – Apresentação e Discussão dos Resultados, 97
A. Descrição da Atividade,97
1. Designação da atividade (outras designações), 97
2. Missão, 98
3. Condições de exercício, 100
4. Atividades, 117
B. Especificação do Cargo, 128
1. Saberes, 128
2. Saberes-Fazer Técnicos, 132
3. Saberes-Fazer Sociais e Relacionais, 138
C. Formação e Experiência – Proposta de Modelo de Formação, 143
D. Especificidades do Mercado de Trabalho, 149
E. Elementos de Prospetiva, 152
1. Falta de interesse na Gestão dos Clubes, 152
2. Profissionalização = Impossibilidade, 154
3. Inexistência de apoio na Formação, 155
4. Estagnação da Atividade e Clubes, 156
F. Perfil do Dirigente Desportivo de Futebol não Profissional, 159

Capítulo V – Conclusão, 162

Bibliografia, 166

Referência

AUGUSTO, Pedro Miguel Costa. Perfil dos dirigentes desportivos de futebol não profissional: um estudo de caso sobre os dirigentes desportivos do distrito de Lisboa. 2015. 179 f. Dissertação (Mestrado em Gestão do Desporto) - Faculdade de Motricidade Humana, Universidade de Lisboa, Lisboa, 2015.