Que não venham os pobres! Reflexões sobre segmentação social, estigmas e ser “torcedor”. Considerações sobre a partida jogada entre Colo-Colo e Universidad Católica no estádio São Carlos de Apoquindo

Autores

Carlos Vergara Constela

Periódico / Revista

Revista da ALESDE

Cidade

Curitiba

Volume

v. 2

Número

n. 1

Páginas

p. 71-84

Ano

2012

ISSN

2238-0000

Resumo (pt)

Em 16 de outubro de 2011, após treze anos, houve uma partida do campeonato de futebol chileno entre Universidad Católica e Colo-Colo no estádio San Carlos de Apoquindo. As implicações dos eventos naquela ocasião são dignas para o desenvolvimento de algumas análises. E como a tendência de estudos sócio-culturais do futebol, foi possível aprofundar constantemente as questões que têm sido invisíveis na sociedade chilena: os preconceitos, as distinções de classe, segmentação e da violência. Neste trabalho, propomos uma análise comparativa entre dois bairros de começar a entender e refletir sobre as dinâmicas sócio-territoriais ligadas às expressões de pobreza, ao futebol e as torcidas.

Palavras-chave: Futebol; Torcidas; Estigma; Violência; Segmentação Social.

Abstract

On October 16, 2011, after thirteen years, there was a game between Colo-Colo y Universidad Católica in San Carlos de Apoquindo stadium for the Chilean football championship. The implications of developed events are worthy of some analysis display. And as the trend of socio-cultural studies of football, it was possible to constantly delve into issues that have been invisible in Chilean society: the prejudices, class distinctions, segmentation and violence. In this paper we propose a comparative analysis between two neighborhoods to begin to understand and reflect on socio-territorial dynamic expressions linked to poverty, football and supporters.

Key-words: Football; Supporters; Stigma; Violence; Social Segmentation.

Resumo (outro idioma)

El 16 de Octubre del año 2011, después de trece años, se jugó un partido correspondiente al campeonato de fútbol chileno entre Universidad Católica y Colo-Colo, en el estadio San Carlos de Apoquindo. Las implicancias del desarrollo de los hechos visualizaron algunos elementos dignos de análisis. Y como es la tónica de los estudios socioculturales del fútbol, fue posible indagar en aspectos que constantemente han sido invisibilizados en la sociedad chilena: los prejuicios, las distinciones de clase, la segmentación social y la violencia. En el presente artículo se propone un análisis comparativo entre dos barrios para comenzar a comprender y reflexionar sobre dinámicas socio-territoriales ligadasa expresiones de pobreza, al fútbol y a las hinchadas.

Palabras-clave: Fútbol; Hinchadas; Estigma; Violencia; Segmentación Social

Referência

CONSTELA, Carlos Vergara. Que não venham os pobres! Reflexões sobre segmentação social, estigmas e ser “torcedor”. Considerações sobre a partida jogada entre Colo-Colo e Universidad Católica no estádio São Carlos de Apoquindo. Revista da ALESDE. Curitiba, v. 2, n. 1, p. 71-84, 2012.