A relevância do profissionalismo no futebol e os impactos da credibilidade dos dirigentes na obtenção de patrocínio

Autores

João Guilherme de Mattos Pimentel

Orientador

Deborah Moraes Zouain

Faculdade / Instituição

à Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas, Fundação Getúlio Vargas

Tipo

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em Gestão Empresarial

Ano

2011

Páginas

69

Cidade

Rio de Janeiro

Resumo (pt)

A maioria dos clubes do futebol brasileiros tem suas principais posições de liderança ocupadas por gestores amadores que trabalham de forma voluntária e sem remuneração. São pessoas que agem impulsionadas pela paixão que carregam por seu time do coração e que se dedicam parcialmente as suas funções nos clubes, pois têm outro emprego. Esses mesmos indivíduos são responsáveis por negociar os patrocínios, que – junto com as cotas de televisão – formam uma das principais fontes de receita dos clubes. São contratos milionários, mas num patamar ainda bem inferior aos dos clubes europeus. O que se busca investigar aqui é se há alguma relação entre o vinculo amador desses dirigentes com a capacidade de obtenção de patrocínio dos clubes. Isto é, identificar se as empresas que vinculam suas marcas a clubes de futebol pagariam mais para patrocinar um clube liderado por indivíduos dedicados integralmente as suas funções nos clubes, bem remunerados e com experiência de mercado. Este trabalho demonstra que mais profissionalismo na gestão dos clubes não trará, necessariamente, maiores receitas de patrocínio. O foco das empresas que investem nas camisas dos clubes de futebol é a exposição da marca, podendo direcionar maior investimento a clubes com mais torcedores e exposição. Não há uma preocupação clara com a forma com que os clubes são geridos e com o que é feito com as receitas oriundas deste tipo de patrocínio.

Abstract

The principal management positions within the majority of Brazilian football clubs are held by amateur administrators who work voluntarily, with no remuneration. They are people motivated by a passion for the club that they hold close to their hearts and dedicate part of their time to the management of their club, as they have other jobs. These same people are responsible for negotiating sponsorship deals which, together with the sale of television rights, make up the clubs` main source of revenue. These are million-dollar contracts, yet still do not reach the astronomical values of those signed by European clubs. What this study aims to investigate is whether there is any relation between the amateur status of these directors and the ability to obtain sponsorship for the clubs. In other words, to identify if the companies who match their brand to the football clubs would pay a higher premium if these clubs were led by people who were wholly dedicated to the job in the clubs and who were well paid and had proven experience in the market. This study shows that greater professionalism in the administration of the clubs does not necessarily lead to higher sponsorship revenues. The focus of most companies who invest in the football clubs` kit is on a greater exposure of their brand, and might consider a higher contribution for clubs with more supporters and exposure. There is no clear concern over how the clubs are run and how the sponsorship money is spent.

Sumário

1. INTRODUÇÃO, 11

1.1. A RELEVÂNCIA DO TEMA, 12

2. O PROBLEMA, 13

2.1. PERGUNTA DE PESQUISA, 13

2.2. OBJETIVOS (FINAL E INTERMEDIÁRIOS), 13 2.3. QUESTÕES A SEREM RESPONDIDAS, 14

3. REFERENCIAL TEÓRICO, 15

3.1. A PROFISSIONALIZAÇÃO DO FUTEBOL BRASILEIRO, 15

3.2. A ESTRUTURA PROFISSIONAL DO FUTEBOL BRASILEIRO, 16

3.3. LIDERANÇA, 19

3.4. LEI PELÉ, 21

3.5. TIMEMANIA: A NOVA LOTERIA DO FUTEBOL, 23

3.6. A CPI DO FUTEBOL, 23

3.7. OS MODELOS DE GESTÃO DOS CLUBES BRASILEIROS, 24

3.8. OUTROS MODELOS DE GESTÃO, 25

3.9. UM MODELO DE GESTÃO DE SUCESSO: CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE VOLEIBOL, 26

3.10. O PATROCÍNIO, 28

3.10.1. O PATROCÍNIO ESPORTIVO, 28

3.10.2. O PATROCÍNIO NO FUTEBOL, 31

3.10.3. SELEÇÃO DE PATROCÍNIO, 33

3.11. PRINCIPAIS FONTES DE RECEITA, 34

3.11.1. RECEITA DE BILHETERIA, 35

3.11.2. COTAS DE TELEVISÃO, 35

3.11.3. PATROCÍNIOS, 39

3.11.4. FORNECIMENTO DE MATERIAL ESPORTIVO, 41

3.11.5. VENDA DE JOGADORES, 41

3.11.6. AS FONTES DE RECEITAS DOS PRINCIPAIS CLUBES EUROPEUS, 43

4. MÉTODO DE PESQUISA, 46

4.1. QUANTO AOS FINS, 46

4.2. QUANTOS AOS MEIOS, 46

4.3. UNIVERSO E AMOSTRA, 47

4.4. PERGUNTAS DO ROTEIRO, 47

4.5. COLETA DE DADOS, 48

4.6. TRATAMENTO DOS DADOS, 48

4.7. ROTEIRO DE ENTREVISTA, 48

4.8. LIMITAÇÃO DO MÉTODO, 49

5. RESULTADOS, 50

6. CONCLUSÃO, 55

6.1. SUGESTÕES PARA FUTURAS PUBLICAÇÕES, 58

7. REFERÊNCIAS, 59

APÊNDICE 1, 67

Referência

PIMENTEL, João Guilherme de Mattos. A relevância do profissionalismo no futebol e os impactos da credibilidade dos dirigentes na obtenção de patrocínio. 2011. 69 f. Dissertação (Mestrado em Gestão Empresarial) - à Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas, Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, 2011.