Significados das emoções no futebol brasileiro e argentino: um diálogo em contextos etnográficos distintos

Autores

Gustavo Andrada Bandeira, Nemesia Hijós

Periódico / Revista

FuLiA / UFMG

Cidade

Belo Horizonte

Volume

v. 2

Número

n. 1

Páginas

p. 80-102

Ano

2017

Tema

Dossiê A performatividade do futebol na cultura: identidade e gênero

ISSN

2526-4494

Resumo (pt)

Neste trabalho, pretendemos destacar como as emoções são narradas e representadas em dois contextos etnográficos distintos. No primeiro contexto etnográfico se procurou observar um currículo de masculinidade nos estádios de futebol em Porto Alegre, Brasil. Nosso segundo contexto é uma investigação acerca dos processos de ‘modernização’ da gestão esportiva em um clube de futebol, em Buenos Aires, na Argentina. Nos propomos a interpretar de que modo emoções e sentimentos são entendidos para a construção de masculinidades ou para as narrativas comercias do ‘produto futebol’. Se, em alguma medida, o amor e as emoções permitiriam questionar os ditos hegemônicos da cultura ao tensionar as permissividades de performatividades de gênero ou de uma lógica cartesiana de causa e efeito ou da necessidade produtiva, elas também podem enquadrar os sujeitos repetindo disputas de gênero e de consumo. Essa experiência afetiva não é nem uma contestação absoluta às normas vigentes nem uma aceitação total das mesmas. Ela seria mais bem entendida como um campo de possibilidades de vivências, de pertencimento e construção de subjetividade. Talvez os afetos estejam em disputa e nos parece que lutar por essa causa seja bastante justo.

PALAVRAS-CHAVE: Emoções; Masculinidade; Consumo; Futebol.

Abstract

On this paper, it is intended to highlight how emotions are narrated and represented in two specific ethnographic contexts. In the first ethnographic context, a curriculum of masculinity in football stadiums in Porto Alegre, Brazil, was observed. Our second context is an investigation about the processes of ‘modernization’ of sportive management in one football club, in Buenos Aires, Argentina. We purpose to interpret how emotions and feelings are understood for the construction of masculinities or for the commercial narratives of the ‘football product’. If, in anyway, love and emotions would permit questioning the hegemonic sayings of the culture when the permissiveness of gender performativities were tensioned or when a Cartesian logic of cause and effect or when a productive necessity were tensioned as well, they also can produce a framework of the individuals repeating gender and consume disputes. This affective experience is neither an absolute contestation to the current norms nor a total acceptation of them. It could be better understood as a field of possibilities of experiences, as well as of a feeling of belonging and construction of subjectivity. Maybe the affections are in dispute and it seems to us that fighting for this cause is quite fair.

KEYWORDS: Emotions; Masculinity; Consume; Football.

Referência

BANDEIRA, Gustavo Andrada; HIJóS, Nemesia. Significados das emoções no futebol brasileiro e argentino: um diálogo em contextos etnográficos distintos. FuLiA / UFMG. Belo Horizonte, v. 2, n. 1, p. 80-102, 2017.