Vencer ou Morrer

Autores

Gilberto Agostino

Subtítulo

futebol, geopolítica e identidade nacional

Editora

Mauad

Cidade

Rio de Janeiro

Tema

Futebol, Geopolítica

Área de concentração

Geografia

Páginas

272

Ano

2002

ISBN

8574780685

Sumário

Prefácio, 9
Teixeira Heizer

Apresentação, 13
Francisco Carlos Teixeira da Silva

Capítulo 1 – Batalhas no campo, batalhas na vida, 17

Capítulo 2 – A estetização da política e a fascinação do futebol, 53

Capítulo 3 – Fute[bol e política no “socialismo real”, 107

Capítulo 4 – Populistas, ditadores e guerrilheiros, 137

Capítulo 5 – Velhos impérios, novas nações, 199

Capítulo 6 – Torcedores e nova direita: violência e (des)controle, 231

Conclusão – Futebol, mundialização e mídia, 261

Bibliografia, 270

Sinopse

A opção do autor ao abordar o futebol foi clássica: trata-se de aclarar, ao longo de uma periodização que remete à história do tempo presente, as relações entre Estado e futebol, muito especialmente os Estados autoritários, as formas de apropriação do prestígio de um esporte de massa e a tentativa de galvanizar em proveito próprio a fama de jogadores ou escretes. Numa outra abordagem, mais polêmica, busca o autor a relação entre a constituição de selecionados nacionais e a projeção de um imaginário sobre a Nação, como verdadeiro ersatz para as grandes dispustas internacionais. Da mesma forma, alguns selecionados constituíram-se claramente em elementos paralelos, embora em nada secundários, na consolidação da idéia de Nação, do orgulho e da consciência de ser parte de uma comunidade nacional.

Referência

AGOSTINO, Gilberto. Vencer ou Morrer: futebol, geopolítica e identidade nacional. Rio de Janeiro: Mauad, 2002.