Vivências e reflexões por dentro do futebol de alto rendimento

Autores

Tiago Filipe Modesto Matos

Subtítulo

estágio profissionalizante realizado na equipa de futebol profissional do Vitória Futebol Clube, 1ª Liga Portuguesa de Futebol

Orientador

Ricardo Filipe Lima Duarte

Faculdade / Instituição

Faculdade de Motricidade Humana, Universidade de Lisboa

Tipo

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em Treino Desportivo

Ano

2017

Páginas

115

Cidade

Lisboa

Resumo (pt)

Um processo de estágio constitui sobretudo um conjunto de experiências vividas. Portanto, é sobretudo sobre essas experiências que este relatório pretende refletir, alicerçando a sua análise no conhecimento académico e científico imprescindível para a compreensão dos fenómenos retratados. Assim, suportada por uma robusta revisão da literatura de suporte à prática profissional, focámos a nossa análise nos processos de organização e gestão do treino e da competição num contexto de futebol profissional, com especial enfoque sobre o planeamento, programação e periodização do treino, atendendo particularmente à distribuição dos conteúdos, ao controlo da carga e à prescrição do treino complementar de potenciação do rendimento desportivo e de prevenção de lesões. Esta análise parte da descrição e apresentação de um Microciclo Padrão de treino e dos seus eixos estruturantes. Cumulativamente, apresentamos um projeto que culminou na elaboração de um Documento Técnico Orientador (DTO) para a formação desportiva do jovem futebolista do Vitória Futebol Clube Como a formação contínua de treinadores é um ponto fundamental para a aquisição e consolidação de conhecimentos que visem a obtenção de um maior e melhor grau de desempenho, organizámos um evento de relação com a comunidade, realizado na Faculdade de Motricidade Humana – o Dia do Futebol FMH 2017. O presente relatório resulta duma reflexão aprofundada sobre as vivências experienciadas no âmbito da concepção da formação desportiva a longo prazo e dos processos de treino e competição no alto rendimento em Futebol. A programação, implementação e avaliação sistemática de todos os processos e conteúdos assume uma posição central nestes domínios.

Palavras-chave: Futebol; Modelo de Jogo; Modelo de Treino; Observação e Análise de Jogo; Microciclo Padrão; Carga de Treino; GPS; Conteúdos de Treino; Periodização do Treino; Formação Desportiva;

Abstract

An Internship process is mainly a set of lived experiences. So, above all, it is on these experiences that this report intends to reflect, grounding its analysis on the academic and scientific knowledge essential for the understanding of the events described. Thus, supported by a strong supporting professional practice literature review, we focus our analysis on the organization and management of training and competition in a professional football context, with a special focus on the planning and operationalization of training, the distribution of its contents, the control of the training load and the prescription of the complementary training of performance potentiation and injury prevention. This analysis starts from the description and presentation of a standard training microcycle and the principles underlying its design. Cumulatively, we presented a project that results in the elaboration of a technical guidebook for the young footballers sports training process of the Vitória Futebol Clube. As the continued education of coaches is a fundamental point for the acquisition and consolidation of knowledge aimed to obtaining a greater and better performance, we’ve organized a community relationship event held at the Faculty of Human Kinetics – the FMH Football Day 2017. This report is the result of an in-depth reflection on the lived experiences about the conception of long-term youth football developmental programmes and the training and competition processes in high performance football teams. The programming, implementation and systematic evaluation of all processes and contents takes a central position in these domains.

Keywords: Football; Team Playing Model; Training Model; Game Analysis and Observation; Standard Microcycle; Training Load; GPS; Training Contents; Training Periodization; Youth Sports Training;

Sumário

1. INTRODUÇÃO, 12
1.1. Objetivos do Relatório e do Processo de Estágio, 12
1.2. Estrutura do Relatório de Estágio, 13
1.3. Caracterização do Contexto de Estágio, 14
1.3.1. Caracterização Geral do Vitória Futebol Clube, 14
1.3.3. Caracterização Geral dos Quadros Competitivos, 15
1.3.4. Funções do Treinador Estagiário na Equipa Técnica, 17

2. REVISÃO DA LITERATURA DE SUPORTE À PRÁTICA PROFISSIONAL, 20
2.1. A Lógica Interna do Jogo de Futebol, 20
2.2. Concepção de Jogo e processo de Treino de uma Equipa de Futebol, 26
2.3. Caracterização do Esforço e Monitorização da Carga de Treino no Futebol, 35
2.3.1. Caracterização do Esforço do Jogador de Futebol, 35
2.3.2. Métodos de Quantificação e Monitorização da Carga, 38
2.4. Formação Desportiva em Futebol, 41
2.4.1. Bases Metodológicas para a Formação Desportiva em Futebol, 41
2.4.2. Modelos Pedagógicos do Processo Ensino-Aprendizagem, 45
2.4.3. Modelo para o Desenvolvimento Físico do Jovem Desportista, 49

3. ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DO PROCESSO DE TREINO E COMPETIÇÃO, 51
3.1. Caracterização Geral do Plantel, 51
3.2.Objetivos para a Época Desportiva 2016/2017, 53
3.3. Modelo de Jogo: a Concepção de uma forma de Jogar, 53
3.4. Modelo de Treino: Planeamento e Operacionalização, 56
3.5. Modelo de Observação e Análise do Jogo, 75

4. ÁREA DE INOVAÇÃO – DOCUMENTO TÉCNICO ORIENTADOR PARA A FORMAÇÃO DESPORTIVA DO JOVEM FUTEBOLISTA DO VITÓRIA FC, 79
4.1. Introdução, 79
4.1.1. Missão, Visão, Valores e Objetivos do Departamento de Formação do Vitória Futebol Clube, 80
4.1.2. Os três Pilares da Formação Desportiva – O Clube, a Escola e a Família, 82
4.2. Etapas de Formação do Jovem Futebolista, 83
4.2.1. Etapa 1 – Fundamentos, 83
4.2.2. Etapa 2 – Iniciação, 84
4.2.3. Etapa 3 – Desenvolvimento, 85
4.2.4. Etapa 4 – Pré-Especialização, 86
4.2.5. Etapa 5 – Especialização, 86
4.3. Modelo de Jogo para o Futebol de Formação, 87
4.3.1. Princípios do Modelo de Jogo das Equipas de Futebol de Formação, 88
4.3.2. Sistemas de Jogo, 89
3.3. Organização Estrutural e Funcional, 91
4.4. Modelo de Treino, 91
4.5. Programa de Formação Desportiva, 93
4.6. Avaliação Formativa e Antropométrica, 96
4.7. Perfil do Jogador de Futebol do Vitória FC, 97
4.8. Perfil do Treinador de Futebol do Vitória FC, 97
4.9. Concepção e Organização do Dossier de Treino, 98

5. ÁREA DE RELAÇÃO COM A COMUNIDADE: DIA DO FUTEBOL FMH 2017
– AS DIFERENTES DIMENSÕES DO TREINO EM FUTEBOL, 99
5.1. Introdução e Objetivo, 99
5.2. Público-alvo, 99
5.3. Data do Evento, 100
5.4. Programa do Evento, 100
5.5. Regras de Gestão e Dinâmica das Sessões, 101
5.6. Caracterização dos Preletores Convidados, 101
5.7. Ideias-chave decorrentes das Intervenções dos Convidados, 102
5.8. Reflexão Final, 105

6. CONCLUSÕES E PERSPECTIVAS FUTURAS, 106

7. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS, 110

Referência

MATOS, Tiago Filipe Modesto. Vivências e reflexões por dentro do futebol de alto rendimento: estágio profissionalizante realizado na equipa de futebol profissional do Vitória Futebol Clube, 1ª Liga Portuguesa de Futebol. 2017. 115 f. Dissertação (Mestrado em Treino Desportivo) - Faculdade de Motricidade Humana, Universidade de Lisboa, Lisboa, 2017.