Dunga 100%

Portal da Copa

No segundo amistoso do retorno do técnico Dunga ao comando da Seleção Brasileira, o meio-campista Willian marcou o gol da vitória por 1 a 0 em cima do Equador. A partida foi realizada no Estádio Met Life, em Nova Jérsei (EUA), nesta terça-feira (09.09). Nos compromissos pós-Copa, o Brasil sai com um saldo de duas vitórias pelo placar mínimo em dois jogos.

Contra os equatorianos, o Brasil entrou em campo com: Jefferson, Danilo, Miranda, Marquinhos e Filipe Luís; Luiz Gustavo, Ramires, Oscar e Willian; Neymar e Diego Tardelli.

A Seleção Brasileira começou o primeiro tempo com muita movimentação e troca de passes, sempre valorizando a posse de bola. Mas foi num contra-ataque que a equipe assustou pela primeira vez. Neymar recebeu em velocidade e, mesmo acompanhado por dois zagueiros, arrancou e bateu por cima do gol.

Assim como no jogo contra a Colômbia, o Brasil abriu o placar em lance de bola parada, desta vez, em uma jogada ensaiada. Oscar rolou no meio da área para Neymar, que passou de primeira para Willian chegar batendo no canto do goleiro Domínguez e fazer 1 a 0 aos 30 minutos.

Do outro lado, a jogada de maior perigo do Equador foi em um chute de Enner Valencia. O atacante recebeu na entrada da área e bateu forte no canto esquerdo de Jefferson, que viu a bola passar por baixo da sua mão e bater na trave.

Para a segunda etapa, Dunga pôs Everton Ribeiro e Ricardo Goulart, atletas do Cruzeiro, nos lugares de Oscar e Willian, dupla do Chelsea (ING), respectivamente. Já no primeiro lance, o Brasil quase ampliou. Danilo chegou à linha de fundo pela direita e cruzou na medida para Neymar. Livre e com o goleiro fora do lance, o camisa 10 acabou acertando o travessão, mesmo a quatro metros do gol.

Dunga ainda fez mais substituições. Entraram Elias, Philippe Coutinho e Fernandinho. Saíram Ramires, Diego Tardelli e Luiz Gustavo. O Brasil seguiu dominando as ações ofensivas, apesar de um ímpeto maior dos equatorianos. O zagueiro Gil ainda entrou no lugar do lateral Danilo. No entanto, o placar não se alterou.

O próximo compromisso da Seleção Brasileira será no dia 11 de outubro contra a Argentina pelo Superclássico das Américas. O duelo será no Estádio Ninho do Pássaro, na China.

Fonte: