Jogo marcado por reencontros

Portal da Copa

Em um jogo marcado por reencontros, o Brasil derrotou a Colômbia por 1 x 0, em Miami, nos Estados Unidos, nesta sexta-feira (05.09). Esta foi a reestreia do técnico Dunga, que havia comandado a equipe entre 2006 e 2010, à frente da Seleção Brasileira. A partida também reeditou as quartas de final da Copa do Mundo, quando a equipe canarinho venceu os vizinhos por 2 x 1. E foi a primeira vez que Neymar e o lateral colombiano Zúñiga, responsável pela lesão que tirou o camisa 10 do torneio, estiveram juntos em campo.

Apesar do clima festivo antes do confronto e do abraço entre Neymar e Zúñiga, capitães de suas equipes, o que se viu em campo foi uma disputa acirrada, que terminou com sete cartões amarelos e a expulsão do meio campista colombiano Cuadrado. Mais uma vez, o principal craque brasileiro foi alvo de entradas fortes. Mas, Neymar descontou justamente numa cobrança de falta aos 37 minutos do segundo tempo, quando colocou a bola por cima da barreira e acertou o ângulo esquerdo do goleiro Ospina, anotando o único tento do jogo.

O técnico Dunga mandou a campo a seguinte formação: Jefferson, Maicon, Miranda, David Luiz e Filipe Luís; Luiz Gustavo, Ramires, Willian e Oscar; Neymar e Diego Tardelli.

O primeiro tempo foi marcado por muita disputa no meio de campo e bastante vontade dos dois lados. Apesar da entrega das equipes, só aos 30 minutos apareceu a primeira chance de gol. Em contra ataque, Willian arrancou com a bola pelo meio e escolheu Oscar para tocar a bola dentre as opções que tinha – Neymar e Tardelli também estavam na jogada. O meio campista brasileiro bateu de primeira, mas a bola foi para fora.

Do outro lado, Jefferson apareceu bem sempre que foi solicitado. Na verdade, foram dois chutes perigosos de fora da área e nas duas vezes ele se saiu bem. Foram as únicas chances da Colômbia.

Já no segundo tempo, com as entradas de Elias e Fernandinho nos lugares de Ramires e Luiz Gustavo, o Brasil precisou de apenas três minutos para ter a primeira oportunidade de gol. Após boa trama na entrada da área, Neymar saiu de cara com o goleiro Ospina, que fez boa defesa e evitou que o placar saísse do zero.

O jogo continuava disputado, com a Seleção Brasileira tendo mais posse de bola. Philippe Coutinho, Everton Ribeiro e Robinho já estavam em campo quando Neymar marcou o gol solitário do confronto.

Fonte: