Inauguração do NECO (Núcleo de Estudos do Corinthians)

Agência Corinthians

Um dos editores do Ludopédio, Max Filipe Nigro Rocha, participou da inauguração do NECO (Núcleo de Estudos do Corinthians), na qual apresentou a palestra “O feitiço socrático – A magia do Doutor Sócrates nas páginas da revista Placar”, tema que é parte integrante de sua dissertação de mestrado entitulada “Em busca do feitiço perdido – A revista Placar entre a Seleção Brasileira de 1982, a Revolução São-Paulina e a Democracia Corintiana (1979 -1984) “.

 

Corinthians lança NECO, Núcleo de Estudos do Corinthians

Apresentação do projeto que vai discutir a relação do clube com a sociedade aconteceu nesta segunda (11), com debate e uma palestra do jornalista e pesquisador Celso Unzelte

11h35 12/05/2015 – Cultural Agência Corinthians

O núcleo está aberto a todos os interessados em estudar o Corinthians

O núcleo está aberto a todos os interessados em estudar o Corinthians. Foto: Daniel Augusto Jr / Ag. Corinthians.

 
O Sport Club Corinthians Paulista é mais uma vez pioneiro em suas ações. Com grande presença de público no Teatro Omni Corinthians, o clube do Parque São Jorge lançou nesta segunda-feira (11) o Núcleo de Estudos do Corinthians, o NECO, que tem como objetivo constituir conhecimentos sobre a história do Alvinegro em suas relações com a sociedade brasileira.

O evento de lançamento do NECO contou com uma apresentação do projeto, feita por Rafael Castilho, coordenador do núcleo; uma palestra conduzida pelo jornalista e pesquisador Celso Unzelte e uma mesa de debate chamada “Por que estudar o Corinthians?”.

“O projeto surge mais de uma necessidade do que de uma ideia. O Corinthians está de parabéns, é um clube pioneiro com esse tipo de ação. O futebol brasileiro tem um memorial descritivo muito importante. O futebol é testemunha viva de grandes transformações sociais. Vamos entender como o Corinthians se insere nessa sociedade. O NECO pode contribuir com um elemento importante para construir um discurso e para atualizar o clube para os desafios impostos pela modernidade, próprios do nosso tempo”, afirmou Rafael Castilho.

Esses desafios estão entre os assuntos discutidos pelo NECO. Além do futebol, o núcleo pretende entrar em questões como igualdade racial, participação da mulher no esporte, combate à homofobia e inclusão popular em tempos de futebol-negócio e globalização.

“O projeto tem uma proposta de diálogo. É a reunião de esforços de várias pessoas que trabalham com vários aspectos diferentes. É um mosaico. A junção desse esforços que vai fazer com que a gente consiga compreender um pouco mais o que é esse fenômeno que é o Corinthians. O NECO vai ser mais um instrumento para fazer do futebol e do Corinthians uma porta para as pessoas alcançarem outros interesses que elas nem imaginavam que existiam a partir dessa paixão pelo Corinthians”, disse Celso Unzelte.

O núcleo está aberto a todos os interessados em estudar o Corinthians em sua integralidade, em contextos que transcendem o espetáculo futebol. “Faltava trabalhar um pouco a questão de história do clube e o potencial do Corinthians além do futebol. Se tem alguém que acha que o Corinthians é só um time de futebol, se tiver acesso ao conteúdo do NECO, vai perder essa ilusão. É isso que a gente quer trazer e produzir. Discutir essa relação intensa do clube com a sociedade”, explicou Donato Votta, Diretor Cultural do Corinthians.

Link original: Corinthians lança NECO, Núcleo de Estudos do Corinthians

Pôster de divulgação da inauguração do NECO.